Connect with us

Cultura

COLETIVO CIDA lança livro acessível na Mostra de Dança do Itaú Cultural

Publicado

Com um elenco não-hegemônico, formado por artistas com e sem deficiências, o Coletivo CIDA (RN) está realizando uma série de lançamentos especiais para comemorar os cinco anos de resistência em solo potiguar. No próximo domingo (14), acontece o lançamento do livro acessível Dança – Residências Artísticas e Composição em Tempo Real, dentro da programação da “Mostra Dança agora: movendo tempos e trajetórias” do Itaú Cultural.

Fundado por Arthur Moura, René Loui e Rozeane Oliveira o Coletivo CIDA é um núcleo artístico de dança contemporânea e performance, fundado no ano de 2016 por jovens artistas emergentes das mais diversas regiões do Brasil e radicados na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, com objetivo da profissionalização e subsistência através da dança.

“A realização deste livro é um grande presente para todos nós do Coletivo CIDA, confesso que muito mais especial ainda pra mim! A ideia me acompanha há muitos anos, ao longo dessa trajetória para/com uma construção coreográfica pautada pelas diferenças. Lembro como se fosse ontem, a primeira vez que falei em voz alta sobre essa proposta. Eu estava diante de grandes pesquisadoras da dança, em minha entrevista para o Mestrado em Artes Cênicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, e a ideia de defender uma escrita performativa da dança enquanto escrita acadêmica foi aceita com muito acolhimento por aquela banca, que acreditou nesse meu fazer. “, lembra René Loui.

“Esse projeto nasceu de uma busca por produzir outros modos e fazeres de dança. Uma dança escrita, poética, que tente – assim como a dança que produzo dentro do Coletivo CIDA – para aproximar o experienciador ainda mais. Esse livro apresenta diferentes modos e feituras de dança, apresenta por cada um dos processos criativos descritos, diferentes momentos, realidades e modos de construção em dança. Espero que esse lançamento possibilite que muitas outras pessoas tenham contato com a dança que produzimos com tanto carinho”, completa René. 

“Ter a oportunidade de produzir um livro acessível em três versões é muito gratificante para mim enquanto produtor cultural, pois mostra que o percurso que estou trilhando juntamente com o Coletivo CIDA:  facilitar e oportunizar o acesso de mais e mais pessoas a bens culturais. Essa foi minha primeira experiência na produção literária e já estou instigado a produzir outros livros. Inclusive, nós do Coletivo CIDA temos planos futuros para lançamento de outro livro acessível que aborda sobre os processos criativos de dança que perpassam o nosso núcleo. Fiquem atentos, que logo mais postamos algumas novidades”, comenta o produtor Arthur Moura.
 

A obra apresenta, de modo poético, inclinações, diálogos, reverberações, desvios, tangências, espasmos, fronteiras, reflexos, soluços, ecos, sombras, vibrações, fluências e conversas acerca de uma busca por compreender e problematizar as muitas possibilidades das práticas em dança a partir da composição em tempo real.

Trata-se da exacerbação rizomática de parte dos processos criativos do autor René Loui dentro do Coletivo CIDA, originados pela confluência entre as vivências de uma residência artística para com o diálogo desse artista com as técnicas de composição em tempo real na dança. 


O livro será lançado em três versões: audiolivro, virtual e impresso, com participação do autor René Loui e mediação do crítico de dança Daniel Kairoz, paulistano e também coreógrafo, cineasta e filósofo. O evento é gratuito e conta com tradução em libras. Os ingressos para a videoconferência podem ser retiradas via sympla: https://linktr.ee/coletivocida

A versão virtual do livro foi realizada com recursos da Lei Aldir Blanc – Natal, através da SECULT/FUNCARTE, Secretaria Municipal De Cultura, Fundação Cultural Capitania Das Artes, Prefeitura do Natal, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal do Brasil. 

Já o Audiolivro, foi  realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, através da Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal do Brasil.

A versão impressa é realizada com recursos do SEBRAE/RN, por meio do Edital de Economia Criativa 2021, e o lançamento nacional e a distribuição gratuita da publicação são realizadas com o apoio direto do Itaú Cultural.

Todas as informações sobre os lançamentos podem ser acompanhadas através dos canais de comunicação do COLETIVO CIDA. Acesse: www.coletivocida.com.br ou acompanhe o Coletivo no Instagram em: @coletivocida
 

SERVIÇO: COLETIVO CIDA CELEBRA 5 ANOS 

– 14 de novembro às 16h: lançamento do Livro – Dança Residências Artísticas e Composição em Tempo Real, na Mostra de Dança do Itaú Cultural, exclusivamente através do Sympla/Zoom do Itaú Cultural. 

– 21 de novembro às 20h: estreia do fragmento do espetáculo PROTOCOLOS PANDÊMICOS DE DANÇA 

– 28 de novembro às 20h: exibição do espetáculo CORPOS TURVOS. 

Mais informações: 

Site: www.coletivocida.com.br

Instagram: @coletivocida

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X