Connect with us

Sociedade

Setembro amarelo: faculdade oferece plantão psicológico gratuito em Natal

Publicado

Especialista direciona quais atendimentos profissionais devem ser buscados para tratar questões urgentes como crises e ideações de suicídio

Pexels

Com a campanha de Setembro Amarelo em pleno andamento ao longo desse mês, a atenção dos brasileiros se volta para a importância do cuidado com a saúde mental com foco na prevenção ao suicídio. A longo prazo, especialistas orientam sempre para a busca de ajuda profissional para tratar algum sofrimento mais profundo com a Psicologia ou Psiquiatria, mas em caso de questões que precisam ser atendidas com urgência, serviços de plantão podem ser de grande ajuda.

Um dos mais conhecidos é o CVV — Centro de Valorização da Vida, que realiza apoio emocional por telefone, site e e-mail de forma sigilosa 24h por dia. Em Natal, na unidade Ponta Negra da Estácio, o Serviço de Psicologia Aplicada (SPA) também oferece gratuitamente o acolhimento com escuta especializada em até três sessões para adultos que estejam precisando desse suporte profissional de forma imediata. 

“A função do plantão é atender demandas psicológicas urgentes, sofrimentos emocionais intensos que precisem ser abordados imediatamente, como um processo de luto, uma crise em um relacionamento muito difícil, perda de emprego, aumento de ansiedade, pensamentos ou até ideações de suicídio”, explica Sydennya Lima, especialista em Saúde Mental e Terapias Cognitivas e coordenadora do SPA. 

Sydennya Lima, psicóloga e docente da Estácio | Divulgação

A profissional explica que, no plantão, o atendimento é direcionado para sanar a questão imediata, e depois será realizado o encaminhamento para a psicoterapia ou outros serviços que possam atender melhor às necessidades individuais de cada um, como a procura por ajuda psiquiátrica, por exemplo. “Nesse atendimento, vamos acolher quem vier. A gente não mede a dor de alguém em relação à situação, pode ser qual for o motivo que naquele momento esteja angustiando e impedindo que a pessoa siga com a vida normalmente”, esclarece a psicóloga.

“Em casos mais graves, se o indivíduo com ideações parte para o planejamento do suicídio, com a verbalização do ato, o que fazemos é dar suporte para que essa pessoa procure de forma voluntária atendimento nos serviços de saúde especializados na internação, como a UPA ou o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), porque da mesma forma que um acidente de trânsito é um risco à vida, a tentativa de suicídio também é e deve ser tratada com a mesma seriedade”, alerta. 

SERVIÇO

Plantão Psicológico – Serviço de Psicologia Especializada

Onde: Estácio Ponta Negra

Contato: 3642-7531 (Agendamento via Whatsapp)

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X