Connect with us

Saúde

A importância da atividade física para ganho de imunidade

Publicado

Pessoas que são fisicamente ativas têm menor probabilidade de contrair infecções, gripes, resfriados e outras enfermidades

Foto: Gabriel Leite | Elo Jornal

A prática de exercícios físicos está presente no dia a dia de muitas pessoas. Há aquelas que se dispõem a acordar bem cedinho para uma caminhada na praça e outras que preferem a parte da noite para pedalar de bicicleta, por exemplo. O importante é se movimentar. E dentre as muitas vantagens que a atividade física proporciona para o corpo, está o aumento da imunidade: um sistema primordial no combate a doenças.

Isso porque há o relaxamento e contração dos músculos durante a prática da atividade física, resultando na produção de proteínas ligadas ao sistema imunológico, assim, fortalecendo e ajudando o organismo na defesa contra infecções de vírus, bactérias ou fungos. Os efeitos dos exercícios físicos podem ser vistos não só no combate a infecções, mas também na prevenção de doenças como diabetes, obesidade, problemas respiratórios e até câncer; enfermidades que levam muitas pessoas à morte todos os anos.

Além do ganho de imunidade, a atividade física ainda traz muitos outros benefícios para quem pratica com regularidade. Na lista desses benefícios, podemos destacar o fortalecimento dos músculos, o controle da pressão arterial, melhora na qualidade do sono, o controle do peso e a diminuição dos riscos de desenvolver sintomas de depressão, estresse e ansiedade.

Foto: Gabriel Leite | Elo Jornal

De acordo com os dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019, das pessoas de 18 anos ou mais de idade, 40,3% foram classificados como insuficientemente ativos. Ou seja, não praticam nenhuma atividade física ou praticam algum exercício físico por menos de 150 minutos por semana (tempo recomendado pela OMS), tendo o trabalho ou algum deslocamento como principal razão para o exercício físico.

Na Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2019, promovida pelo Ministério da Saúde, em Natal (RN), 22,5% da população encontra-se na condição de obesidade. Ainda na capital potiguar, 24,3% dos homens são obesos. Taxa que coloca esse grupo na segunda posição entre as capitais brasileiras, ficando atrás apenas da população masculina de Boa Vista (RR), com 24,6%. Entre as natalenses, 21,0% foram enquadradas na situação de obesidade.

Foto: Gabriel Leite | Elo Jornal

Em entrevista concedida para o ELO JORNAL, a educadora física Amanda Fidelis falou sobre o valor dos exercícios para o mecanismo de defesa humano. “Exercícios que exigem muito esforço físico e de longa duração prejudicam o nosso sistema imunológico por haver um grande desgaste do nosso corpo em sessões muito longas de treino e, assim, ficando mais suscetível a doenças”, afirma Amanda, que completa: “Dormir bem, se hidratar, buscar auxílios de profissionais e não exceder o tempo de esforço recomendado (de 30 a 40 minutos por dia), são medidas que ajudam bastante no ganho de imunidade”, destacou a educadora física.

Durante a pandemia, as academias e outros espaços voltados à prática da atividade física tiveram seu funcionamento suspenso, devido aos protocolos de isolamento social impostos devido à Covid-19. Isso levou muitas pessoas a se reinventarem e se exercitarem dentro de casa. Apesar da diminuição dos casos da Covid-19 e da chegada da vacina, ainda é preciso manter o distanciamento social e outras medidas de segurança. Para isso, Amanda recomenda alguns exercícios práticos para fazer em casa, tais como: corrida estacionária, agachamento e polichinelos, dedicando sempre um tempo para descanso e hidratação.

Planeje-se. Trace metas para suas atividades físicas. Convide um amigo. Seguindo as recomendações de forma correta, certamente bons resultados virão. Sua saúde agradece!

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X