Connect with us

Saúde

Empresas incentivam colaboradores a se vacinar contra a Covid-19

Publicado

Algumas, como a Cabo Telecom já contam com 100% da equipe vacinada com a 1º dose e reforçam a importância da imunização completa

Foto cedida: Cabo Telecom

A campanha de vacinação contra a Covid-19 avança em todo país. No Rio Grande do Norte mais de 72% das pessoas cadastradas no programa RN Mais Vacina já tomaram a 1º dose. Entre as empresas potiguares na corrida pela imunização, a Cabo Telecom chega ao total de 100% dos colaboradores vacinados com a primeira dose e mais de 54% com a segunda. Resultado de muita conversa, incentivo e conscientização de seu diretor-presidente, Cláudio Alvarez, junto ao quadro 698 colaboradores.

Para ele, esse marco sinaliza a abertura de novos caminhos. “Queremos imunizar, agora com a segunda dose, 100% dos nossos colaboradores, pensando, principalmente, na segurança deles. Por causa das notícias falsas sobre a vacina, nas quais muitos acreditavam, tivemos que nos empenhar em dialogar e convencer a todos a aderir à vacinação. Eles entenderam que só assim poderíamos focar no futuro com mais segurança e novos projetos”, explica.

A vacinação contra a Covid-19 é um dos principais critérios para o retorno seguro às atividades do dia a dia. É o que diz o médico do trabalho Henrique Santos: “em primeiro lugar, nossa maior preocupação é com a saúde individual do funcionário. Em segundo, estando ele imunizado, também ajudamos o coletivo com a diminuição de casos graves da doença. Outro fator importante é a proteção familiar, esse indivíduo pode sair e voltar para sua casa com mais tranquilidade do que no início da pandemia”, afirma.

Foto cedida: Cabo Telecom

Algumas estratégias também foram aplicadas na empresa como forma de incentivo, como a distribuição de botons, indicando quem está vacinado; a organização de caronas amigas para os locais de vacinação, com carros disponibilizados pela Cabo Telecom; e a realização de testes rápidos no retorno presencial, que contou com o apoio da Unimed Natal. 

“Desde o início da pandemia, nos preocupamos em oferecer um ambiente seguro aos nossos funcionários e clientes. Por isso, aderimos ao home office, quando necessário, e sempre disponibilizamos álcool 70% e equipamentos de segurança, tanto para nossas equipes que atendem em domicílio, quanto para os locais de atendimento físico. Ao retornarmos ao trabalho presencial, nossa maior preocupação sempre foi vacinar 100% da empresa, agora conseguimos com a primeira dose”, comemora Cláudio Alvarez.

Segurança dos clientes

Além de proteger os colaboradores, essas ações garantem também mais segurança aos clientes que precisam ir às lojas físicas ou receber suporte técnico em suas residências, já que durante a pandemia o uso de serviços de internet cresceu no Brasil, como aponta uma pesquisa do Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br).

Segundo os dados apresentados pela pesquisa TIC Domicílios 2020 (Edição COVID-19), divulgados neste mês, 81% da população do país com 10 anos ou mais utiliza a internet durante a pandemia. Ou seja, os serviços online tornaram-se essenciais. Por isso, ter a garantia de que uma empresa segue os protocolos de segurança, incluindo a vacinação dos funcionários, tornou-se um diferencial de mercado em tempos de pandemia.

Na linha da vacinação de todos os colaboradores

A Rui Cadete Consultores é outra empresa que já alcança 98% de vacinação entre seus colaboradores. Com base em um controle interno, eles monitoram quem já se vacinou e reforçam a importância de estar em dia também com a segunda dose, que em breve estará disponível a todos. De acordo com Ana Cláudia Medeiros, gestora do Gestão e Gente, o controle da vacinação não enfrentou obstáculos, já que os próprios funcionários estavam ansiosos pela imunização. 

“Em breve seremos 100%, estão faltando apenas alguns dos nossos menores aprendizes que acabaram de entrar no grupo atual de vacinação, conforme cronograma do Estado”, comemora a gestora. A vacinação dos colaboradores da Cabo Telecom, por estar inserida na categoria das indústrias, contou com o apoio do Sistema Fiern, que pleiteou doses das vacinas para a classe dos industriários potiguares e garantiu a imunização de milhares de trabalhadores no Estado. Já na Rui Cadete, os funcionários foram vacinados conforme cronograma de público do Governo.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X