Connect with us

Séries e Filmes

Séries&Filmes: Confissões de adolescente na Netflix

Publicado

Foto: Divulgação

Estamos na era que alguns filmes que já foram transmitidos nos cinemas e simplesmente foram engavetados em alguns ‘streamings’, voltou com força total na Netflix. A plataforma trouxe um filme que provavelmente passou batido na sua lista e até mesmo, seus pais já viram esse filme com uma roupagem mais rústica e antiga.

Estou te convidando para assistir esse ‘clássico juvenil’ chamado “Confissões de Adolescente’’, o filme faz parte da minha segunda opção e a grata surpresa foi ver que o texto de enorme sucesso escrito por Maria Mariana há mais de 20 anos, sobre as angústias dos jovens, levou um banho “de século 21” e continua dialogando bem com essa turma, muitas vezes, incompreendida.

O grande barato dessa obra sempre foi o canal de comunicação aberto com os jovens, carentes de algo ou alguém, que falasse com eles e para eles. Consequentemente vendo esse filme você praticamente é transportado para faculdade ou até mesmo para escola.  Em 5 minutos vi meus olhos vidrados em um pai de família que dava duro pra criar duro suas 4 filhas, que não sabiam o que iriam fazer da vida quando a escola acabasse, mas elas faziam da vida uma onda de superação independente. 

Nesta adaptação, quatro irmãs levam um breve choque de realidade, quando o pai (Cássio Gabus Mendes) avisa que eles precisam se mudar devido ao novo valor do aluguel. Refeitas do susto (e da revolta), elas pensam em ajudar no orçamento, mas existe uma outra mudança batendo à porta: a que acontece em suas vidas. Tina (Sophia Abrahão) que cursa a faculdade e vê a mordomia de morar sozinha (bancada pelo pai) acabar, seu namorado cheio de dinheiro e vazio de perspectivas é só mais um dos problemas de quem precisa arrumar logo um lugar no mercado de trabalho.

O assunto profissão, aliás, é o que faz a irmã Bianca (Isabella Camero) bater de frente com o paizão, enquanto a Alice (Malu Rodrigues) anda às voltas com a primeira transa e parece só ter olhos (e corpo) para isso. Correndo por fora, a Karina (Clara Tiezzi) mal se dá conta, mas vai descobrir que as “coisas do amor” também começam a valer para ela.

A Netflix ao trazer essa obra para o seu catálogo, acaba fazendo, mesmo que sem intenção, você lembrar sua adolescência. Além do fato que esse filme é brasileiro ( e a gente deve valorizar o que é nosso) e bem produzido ao nível de você rir e no final chorar, porque todas as descobertas e emoções que o filme aborda, você já viveu isso com seus colegas. Como por exemplo: Educação sexual, carreira profissional, primeiro beijo, orientação sexual… E ainda no fim da sua adolescência, lá pelos seus 17 anos, já ter que saber (a pressão da sociedade nos impõe muitas vezes), em qual profissão seguir.

Antigamente a escolha da profissão era um problema sério entre filhos e pais.  Os pais insistiam para que eles seguissem a mesma profissão que exerciam, pois isso lhe dariam uma melhor estabilidade financeira, mas os adolescentes sempre foram uma reviravolta de conhecimentos e que sempre questionam porque não podem fazer tudo aquilo que se ama, ao invés de algo que os pais planejam para si. Hoje em dia isso mudou (ainda bem rs).

Não importa o ano e nem o dia, esse filme se renova a cada pessoa que assiste. No final ele passa uma mensagem que na vida você escolhe entre seguir o caminho que lhe dará estabilidade, ou decidi se arriscar rompendo as barreiras e se joga na sua arte provando pra você que terá sucesso dependo das suas atitudes e da sua garra em busca do conhecimento. Confissões de Adolescente não é moderadinho, tem toda sua rebeldia e aborda com clareza as escolhas, sempre elas, que te acompanham pelo resto da vida.

Ir pelo caminho mais fácil nem sempre é a solução! E vendo por um outro ângulo da janela, ir pelo caminho difícil é a prova que você está vivo com você mesmo.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X