Connect with us

Séries e Filmes

SÉRIES E FILMES: A química que há entre nós

Publicado

Foto: Reprodução | Amazon

Procurando algo para assistir no Amazon Prime, eu rodei o catálogo todo do ‘streaming’ e achei a ‘Química que há entre nós’. Assistindo todo o filme foi difícil não sentir uma dor e o coração acelerar rapidamente como se seu ar fosse todo embora em apenas 7 minutos de filme. O filme foi publicado na plataforma da Amazon Prime em 2020 e é uma readaptação do livro homônimo de 2017, o filme conta a história de Henry Page, um jovem que está levando sua vida normalmente até a chegada de Grace Town em sua escola e os dois são colocados para trabalharem juntos no jornal da escola. E aí os clichês se iniciam.

De Grace Town, mudou de cidade e até de escola, após perder seu namorado em um acidente, para ela se abrir para as pessoas novamente foi difícil. Era como se ela nunca conseguisse superar a dor da perda do seu grande amor, mesmo que ela tentasse, sempre haveria algo que a fizesse lembrar da data do acidente ou da música que lembraria que um dia sua vida foi perfeita e agora estava um tremendo caos.

Austin Abrams as Henry Page and Lili Reinhart as Grace Town in CHEMICAL HEARTS

A trilha sonora é um dos poucos pontos fortes do filme. Repleta de música alternativa que pode encher os espectadores de serotonina, ela une The XX, Perfume Genius, SYML e até mesmo um remix da música Piece Of Your Heart feito pelo DJ brasileiro Alok. Contudo, a música tema Take Care, da dupla Beach House, é tocada exageradamente, o que reduz sua relevância para a trama.

O enredo que começa de forma frenética amadurece aos poucos e termina com um certo aprofundamento dos personagens, mas Henry Page estava descobrindo o amor pela primeira vez com a Grace. Ele tentava motivar ela para continuar a escrever, sendo assim cada um tem seus monstros e no decorrer do filme eu percebo que a dor que a Grace sentiu deixa transparecer ao telespectador que está assistindo. Para muitas pessoas os personagens não saem de lugar algum, mesmo no final do filme compreensível de entender que na vida as vezes o final feliz é diferente do que esperamos. Superar a dor de uma perda não passa e não se esquece rápido. Consequentemente, as suas motivações e personalidades ficam marcados na mente de quem está passando o que o filme tenta retratar.

O filme ainda aborda temas como suicídio e saúde mental na adolescência que é pouco explorado em filmes.

A Química que Há Entre Nós já está disponível no Amazon Prime. Confira o trailer:

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X