Connect with us

Esporte

Não deu zebra no jogo do Galo

Publicado

Contra o Goiás, lanterna do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro manteve a boa fase, não deu sorte ao azar e venceu por 3 a 0 no Mineirão

Image for post
Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

Como de costume, o Atlético Mineiro impôs sua filosofia dentro do Mineirão, e os números do primeiro tempo mostraram isto. Foram 12 finalizações e 73% de posse bola, o que exigiu de Tadeu uma boa exibição para livrar sua equipe de uma goleada nos 45 minutos inicias.

Com Keno em ótima fase, o Esmeraldino se precaveu das jogadas do ponta-esquerda e procurou redobrar as atenções por este setor do campo para não sofrer com o camisa 11 que tem se dado bem nas noites de sábado deste Campeonato Brasileiro, já são dois hat-tricks.

Dessa forma, o Galo inverteu o lado das chegadas ofensivas de sua equipe e tentou abrir o placar na irreverencia de Sávio, garoto de 16 anos, que estreou no profissional entre os titulares no confronto de hoje, 11, frente ao Goiás. As jogadas conseguiram ser elaboradas, mas faltou experiência ao jovem no momento das finalizações, e por duas vezes o atacante parou em Tadeu.

Coube a Keno chamar a responsabilidade e encontrar oportunidades de mano a mano para desequilibrar a partida. Na primeira chance que teve, deixou o marcador no chão e encontrou um passe para Sasha, que na visão do juiz sofreu pênalti cometido pelo goleiro esmeraldino.

Porém, uma marcação equivocada pelo árbitro Vinicius Gonçalves, justamente porque o jogador do Atlético-MG não é tocado por Tadeu e se projeta para cavar a falta dentro da área. Com a marca da cal assinalada, Keno bateu e inaugurou o placar no Mineirão, aos 42 minutos do primeiro tempo.

O gol desestabilizou defensivamente o Goiás, que abdicou de atacar na primeira metade da partida, dessa forma, com um sistema ofensivo apagado e a defesa fora de ordem após revés, restou ao técnico esmeraldino recém-chegado, Enderson Moreira, torcer pelo apito de Vinicius, para encerrar os 45 minutos iniciais.

Contudo, nos acréscimos, ainda deu tempo para Nathan, de cabeça, aumentar a diferença no placar, 2 a 0 para o Atlético-MG com sobras e sem sofrer sustos por conta da filosofia kamikaze de Sampaoli.

Na volta dos vestiários, um Goiás equilibrado, e que não estava ali para fazer um treino de luxo de ataque contra defesa. Decidido a buscar algo no Mineirão, no segundo tempo, o clube esmeraldino conseguiu finalizar quatro vezes a meta de Everson, números superiores ao zero da primeira etapa.

Uma mudança de postura ocorreu na equipe comandada por Enderson Moreira, porém, isto não foi suficiente para o Galo correr grandes perigos no confronto, e nas fragilidades de um time que ocupa a última colocação do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro, com Marrony, fez o terceiro gol nos acréscimos e deu números finais ao duelo no Mineirão.

Com o resultado, as posições na tabela seguem as mesmas para mineiros e goianos, que respectivamente ocupam o 1° e 20° lugar na tabela do Brasileirão. O Atlético-MG segue em Minas, onde enfrentará o Fluminense, no Mineirão, quarta-feira, 14, às 21h30. O Goiás, agora, segue viagem para o Rio de Janeiro, onde medirá forças contra o Flamengo, vice-líder do Campeonato Brasileiro, no Maracanã, terça-feira, 13, às 18h.

Image for post
Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X