Connect with us

Esporte

Jogo dos 13

Publicado

Em partida de curiosidades pontuais, Santos e Fortaleza empataram por 1 a 1 na Vila Belmiro, e desse modo permaneceram estacionados no meio da tabela do Brasileirão

Image for post
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Sábado estive no Barretão, em Ceará-Mirim, para acompanhar Globo e Guarany de Sobral pela 2ª rodada da série D e ontem à noite sentei na minha cadeira, como de praxe, para acompanhar mais uma noite de Brasileirão.

E para quem acompanhou um confronto da última divisão do Campeonato Brasileiro, esperava uma partida com mais assertividade entre os times comandados por Cuca e Rogério Ceni. No entanto, Santos e Fortaleza erravam muitos passes e não levavam perigo no duelo.

Com o passar do tempo e um estilo de jogo que exigia condição física dos seus atletas, o Alvinegro Praiano, que tem um confronto importante no Paraguai no meio de semana, quebrou o ritmo acelerado do duelo e com maior posse de bola cadenciou a partida na Vila Belmiro.

Mesmo com a mudança no panorama da partida, nenhum dos times melhorou de forma significativa, e, em 40 minutos, apenas duas bolas na trave para chamar de chances claras de gol, se é que podemos chamar de duas, logo que no lance do Tricolor do Pici, o bandeirinha Thiaggo Labes assinalou impedimento de Wellington Paulista.

No entanto, ainda assim, a bola balançou a rede no primeiro tempo. No decorrer do lance da bola trave, o Cuca e seus comandados conseguiram uma falta na intermediária, Marinho cobrou e Madson, dono da camisa 13, de cabeça, inaugurou o placar na partida.

Vale destacar a melhora do Santos nas bolas paradas, um problema recorrente no time de Jesulado Ferreira, que virou um recurso positivo com a chegada de Cuca para a equipe Alvinegra.

Porém, não se pode elogiar um time antes do árbitro apitar pela última vez, porque um imprevisto pode ocorrer. E justamente numa jogada de bola área, o camisa 13, agora do time do Fortaleza, Gabriel Dias também de cabeça, empatou o placar na Vila Belmiro antes do relógio bater os cinco minutos do segundo tempo. Contudo, as coincidências com o número 13 não pararam por aí, foi o 13º gol sofrido pelo Santos na competição.

Após a igualdade o Tricolor do Pici até esboçou uma reação para buscar a virada, mas pouco eficiente, logo recuou e se contentou com o 1 a 1 longe dos seus domínios.

O empate manteve as equipes coladas na tabela: o Santos ocupa a 8ª posição com 17 pontos e o Fortaleza, na 9ª colocação, está logo em seguida com 16 pontos.

Image for post
(Foto: Dudu Oliveira/Fortaleza EC)

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X