Connect with us

Esporte

Com poucas emoções e gols no fim do jogo, Palmeiras e Inter ficam no 1 a 1

Publicado

A partida completou os 90 minutos sem grandes chances, mas nos acréscimos, ficou eletrizante e o placar saiu do zero

Image for post
Lucas Lima e Marcos Guilherme em disputa de bola no primeiro tempo truncado e de muitos erros | Foto: Cesar Greco/S.E. Palmeiras

As portas do Allianz Parque foram abertas nesta quarta-feira para um jogo que sempre promete muita emoção. No entanto, não foi isso o que aconteceu em Palmeiras e Internacional.

Pelo menos não durante os 90 minutos. Com um time quase todo reserva, os gaúchos chegaram em São Paulo com o pensamento de manter a liderança do Brasileirão. Já os donos da casa tentavam sua terceira vitória na competição, o que os deixariam mais próximos da ponta da tabela.

O primeiro tempo do jogo foi carente de bom futebol: fraco em qualidade técnica e forte no quesito pegada e marcação. Com duas equipes impondo a marcação alta, o que se viu muito na primeira etapa foram muitas bolas longas, passes errados e um show de faltas que fez a metade inicial do jogo acabar com cinco cartões amarelos, sendo três para os alviverdes e dois para os colorados.

Na volta do intervalo, os dois técnicos resolveram mexer em suas equipes. Luxemburgo optou por colocar o atacante Rony no lugar do meia Gabriel Menino, que nos primeiros 45 minutos não conseguiu agregar muito ao jogo palestrino.

Do outro lado, Eduardo Coudet optou por lançar em campo um de seus titulares que estava sendo poupado na partida, o polivalente Edenílson, que entrou no lugar do jovem Bruno Praxedes, responsável por perder muito a bola na primeira etapa, o que atrapalhou o andamento da equipe gaúcha e proporcionou oportunidades não aproveitadas de contra ataques para o adversário.

Apesar das mudanças, as equipes não tiveram melhoras significativas dentro de campo, mas o Palmeiras se postou melhor e conseguiu esboçar uma pequena superioridade nos primeiros 15 minutos do segundo tempo. Sentindo que os alviverdes não conseguiam agredir sua defesa, Chacho Coudet optou por colocar mais dois titulares em campo, entre eles, o artilheiro da competição, Thiago Galhardo.

Image for post
Cobrando pênalti, Thiago Galhardo marcou o gol do Inter no jogo e o seu quinto na competição | Foto: Ricardo Duarte/S.C. Internacional

A fase do meia-atacante colorado é muito boa, mesmo quando, pelo baixo nível do futebol jogado, a partida não parece ter em campo dois postulantes às primeiras colocações do campeonato.

Um pênalti assinalado depois da análise do árbitro de vídeo foi a oportunidade que o artilheiro queria para abrir o placar já aos 46 minutos do segundo tempo. Galhardo não desperdiçou e anotou o gol que fez a metade vermelha de Porto Alegre confiar que hoje dormiria com uma vantagem ainda maior para o segundo colocado.

No entanto, o Palmeiras não estava morto e não demorou para responder. Dois minutos depois, o ex-Inter, Luiz Adriano aproveitou a bola levantada na área, e a falha de Rodinei na marcação, para cabecear e empatar o jogo, fazendo valer a lei do ex e dando números finais ao placar.

Image for post
Luiz Adriano fez valer a lei do ex e empatou o jogo no Allianz Parque | Foto: Cesar Greco/S.E. Palmeiras

Este foi o terceiro gol sofrido pela defesa do Inter, que segue líder com 16 pontos, mas que agora pode ver o São Paulo igualar essa pontuação, se vencer o Atlético Mineiro nesta quinta-feira (30), no Estádio Independência. Já o Verdão chegou aos 10 pontos e está agora na sétima colocação.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X