Connect with us

Turismo

Rio Grande do Norte anuncia retomada das atividades turísticas

Publicado

Setor se prepara para a volta das atividades de turismo no estado, com medidas de segurança

Por Victor Silva, com supervisão de Gabriel Leite

Praia de Ponta Negra – Foto: Gabriel Leite| Elo Jornal

A pandemia do novo coronavírus causou um impacto considerável em diversos setores da economia do Rio Grande do Norte. O turismo, que é um dos pontos fortes na economia potiguar, também foi afetado durante a paralisação das atividades. No entanto, o estado já está na fase da retomada gradual das atividades econômicas.

A Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte (Seturn) apresentou, em julho, uma série de medidas para a retomada do setor. O plano básico de segurança sanitária para a retomada do turismo foi apresentado pela Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte (Seturn), em julho, e terá uma duração de 18 meses, com ações nas seguintes vertentes:

– Protocolos de Saúde;

– Capacitação (treinamento e consultoria);

– Comunicação com a sociedade (empresas e turistas);

– Selo do turismo;

– Plano de promoção do destino;

– Cronograma;

– Alinhamentos com os governos, que são equivalentes a segmentos de meios de hospedagem, alimentos e bebidas, serviços receptivos, espaços e equipamentos de lazer e visitação.

Malha hoteleira do estado, já retomou as atividades seguindo os protocolos sanitários
Foto: Gabriel Leite | Elo Jornal

Selo RN + Protegido

O selo local ressalta a credibilidade do Rio Grande do Norte como um destino preparado, destaca-se ao adotar uma estratégia em duas etapas para a retomada econômica do setor turístico. Os protocolos serão monitorados pelas secretarias de turismo e saúde de todos os municípios do estado.

A empresa interessada na retomada das atividades deverá possuir o selo Turismo Responsável, do Ministério do Turismo, além de precisar que um número mínimo de colaboradores passe pelas capacitações oferecidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) ou Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O RN, inclusive, é o único estado do país a oferecer a capacitação de forma gratuita aos profissionais do turismo.

O que as empresas de turismo dizem

A presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio Grande do Norte (ABAV-RN), Michelle Pereira Silva, falou sobre a retomada do turismo no RN e no Brasil: “Estou muito positiva que, nesse primeiro momento, o turismo está voltando para pertinho, em nosso estado, e, em um segundo momento a partir de outubro/novembro, para dentro do Brasil. Espero também que a vacina saia logo para podermos vender também para o mundo”, afirma Michelle.

O Rio Grande do Norte foi o primeiro estado a ter o selo de turismo “+ protegido” e Michelle Pereira acredita que o cliente vai escolher o destino pela segurança. “Os hotéis e serviços serão escolhidos pela segurança. Todos os seguimentos do turismo do RN estão seguindo à risca os protocolos e o RN saiu na frente disso”, diz a presidente da ABAV-RN.

Para finalizar, ela diz que “todas as agências de viagens, mesmo trabalhando on-line, em home office, deram total assistências aos clientes para remarcar, sugerir, buscar a melhor alternativa e isso sempre, de domingo a domingo… não deixou cliente nenhum na mão. É um momento fundamental, que estamos vendo a grande importância do papel da agência de viagens”, enfatiza Michelle.

Medidas básicas a serem adotadas em todas as empresas e serviços turísticos do Rio Grande do Norte

– Higienização correta das mãos: Lavar as mãos frequentemente – durante pelo menos 20 segundos –, com água e sabão ou usar álcool em gel ou líquido a 70% para as mãos;

– Etiqueta respiratória: Ao tossir ou espirrar, deve-se cobrir a boca e nariz com o antebraço ou usar lenço de papel, o qual deve ser jogado corretamente no lixo após o uso. Após a tosse ou espirro, deve-se higienizar as mãos. Além disso, é preciso evitar tocar os olhos, nariz e boca com as mãos;

– Conduta social: Alterar a frequência e a forma de contato entre trabalhadores e clientes. Deve evitar o contato próximo, apertos de mão, beijos, postos de trabalho partilhados, reuniões presenciais e a partilha de comida, utensílios, copos e toalhas;

– Vigilância de sintomático respiratório: Orientar os colaboradores a reportarem, tão logo seja identificado, a presença de sintomas respiratórios em si ou em familiares que convivem no mesmo domicílio.

Para o turista ou empresa que está com dúvidas sobre a retomada do setor do turismo no RN, acesse o site do RN + Protegido.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X