Connect with us

Esporte

Não conheço, mas já vi! #2

Publicado

A força local do Maccabi Tel Aviv.

Imagem: Reprodução / Internet

O termo Maccabi é de significado direto: “Não há ninguém como você entre os deuses”. E para o Maccabi Tel Aviv, pelo menos nas competições nacionais, isso se aplica bem. São 22 títulos do Campeonato Israelense, oito à frente do segundo maior campeão, além de 23 troféus da Copa do Estado de Israel. Fora das fronteiras do país, duas conquistas da Champions League Asiática, em 1968–69 e 1970–71. Em 1974, quando Israel filiou-se à UEFA, novas conquistas desta competição tornaram-se, portanto, impossibilitadas.

Vista aérea de Tel Aviv (Foto: Wikimedia Commons)

Origem

Fundado em 1906, o clube surgiu com o nome de HaRishon LeZion-Yaffo. Em 1909, mudou-se para Tel Aviv, segunda maior cidade de Israel e, por vezes, referida como a capital de fato do país, adotando seu nome. Tornou-se a primeira equipe judaica dentro do território palestino. Tem no Estádio Bloomfield a sua casa. Com capacidade para cerca de 30 mil torcedores, seu nome é uma homenagem aos irmãos Bernard e Louis Bloomfield, líderes da comunidade judaica canadense e guerrilheiros na 2ª Guerra Mundial.

Estádio Bloomfield (Foto: maccabi-tlv.co.il)
(Vídeo: Canal Ultras 1981)

O Maccabi Tel Aviv é o principal clube de Israel, sendo o único do país que nunca foi rebaixado da principal divisão, a Ligat Ha’Al, ou na tradução literal, Super Liga. Antes do surgimento dela em 1932, a equipe disputava vários amistosos ao redor do globo. Após o início das competições locais, desenvolveu uma rivalidade com o outro time da cidade, o Hapoel Tel Aviv. O clube faz parte da Maccabi World Union, uma organização internacional esportiva judaica que está presente em 5 continentes e em mais de 50 países. Possui cerca de 400 mil membros e atua em diferentes esportes.

Elenco de 1913 (Imagem: Reprodução / Internet)

O auge

A década de 1950 é considerada a era de ouro do clube. Foram cinco títulos do campeonato nacional e quatro da Copa do Estado. Os destaques vão para as temporadas de 1953–54 e 1957–58, quando as conquistas vieram de forma invicta.

Noach Reznik com a taça da Copa do Estado de 1957 (Foto: Tomergoodovitch)

Na temporada 2004–05, o clube conseguiu ser o segundo time de Israel a jogar a fase de grupos da Uefa Champions League. Vale lembrar que o campeão nacional do país disputa as fases prévias de eliminação. O Maccabi Haifa foi o primeiro, conseguindo tal proeza em 2002–03. No entanto, o Tel Aviv foi a primeira equipe a disputar os jogos em Israel, uma vez que o Haifa, por motivos de segurança, teve de mandar suas partidas no Chipre. Porém, como o Estádio Bloomfield não cumpria os requisitos de segurança exigidos pela UEFA, o Maccabi teve de realizar seus jogos no Estádio Ramat-Gan.

O clube precisou eliminar o Helsinki, da Finlândia, e o PAOK, da Grécia, antes de ingressar no grupo C daquela Champions. O sorteio definiu Juventus, Bayern de Munique e Ajax como adversários. A equipe foi eliminada já nessa fase, mas foi como mandante que somou seus quatro pontos na competição: 2 a 1 contra o Ajax e 1 a 1 frente à Juventus. Baruch Dego foi o autor dos gols que garantiram que a equipe não saísse zerada. Em 2007, o volante potiguar Ramalho atuou pelo clube por um breve período.

Ramalho com a camisa do Maccabi Tel Aviv (Foto: Reprodução / Internet)

História recente

Após isso, foi só na temporada 2015–16 que o clube retornou à fase de grupos da principal competição de clubes da Europa. E dessa vez, a campanha foi pífia: nenhum ponto somado ante Chelsea, Dynamo de Kiev e Porto, além de 16 gols sofridos. Na derrota por 3 a 1 para os portugueses, Eran Zahavi, 5° maior artilheiro da história do clube com 129 gols, anotou o único tento da equipe na fase de grupos.

Zahavi comemorando seu gol contra o Porto (Foto: maccabi-tlv.co.il)

Na temporada 2018–19, o clube foi dominante mais uma vez. Título israelense conquistado com autoridade: apenas uma derrota em 36 jogos. Foram 92 pontos conquistados, 34 à frente do vice, o Maccabi Haifa. Ainda, 77 gols marcados e só 17 sofridos. E, ao que tudo indica, o troféu também virá nesta temporada de 2019–20.

(Foto: maccabi-tlv.co.il)

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X