Connect with us

Cultura

Os Caboclos do Sertão: Grupo folclórico Treme Terra, da cidade de Luís Gomes

Publicado

Para continuar o ritmo de apresentações, grupo pede apoio para compra de instrumentos e confecção de figurinos

A pisada forte no chão é uma característica do grupo – Foto: Sthefanny Ariane

Com cerca de dez mil habitantes, localizada a mais de quatrocentos quilômetros de Natal, no Alto-oeste Potiguar, a cidade de Luís Gomes se destaca não apenas pelas belezas da região serrana do estado. O clima tropical, hospitalidade e receptividade dos moradores, educação e agricultura familiar são algumas das atrações que fazem visitantes se encantarem pela cidade. Mas o fazem os olhos brilhar é a cultura vivenciada em toda cidade, música e danças populares são motivo de orgulho em Luís Gomes. 

O Grupo Treme Terra, da comunidade quilombola do Quati/Lagoa do Mato, atua há 04 anos e tem como principal objetivo resgatar jovens da ociosidade e propagar a tradição na comunidade. Na apresentação de dança dos caboclos, eles utilizam em seus figurinos elementos da natureza como Agave, cabaça, Sisal; além de materiais reutilizáveis como papelão, botões, sacos de nylon, entre outros. Já outras apresentações, tecidos, miçangas, chapéus são utilizados. No grupo Treme Terra, a presença feminina se faz presente, tem uma mulher integrante da banda puxadora das canções entoadas pelo grupo. As músicas apresentadas são compostas pelos grupos, geralmente com uma temática pré-estabelecida.

Pertencentes à Associação Comunitária Mãe Nila da comunidade quilombola Quati/Lagoa do Mato na cidade de Luís Gomes, eles trabalham com várias atividades culturais. Na dança além da dança dos Caboclos Treme Terra, ainda tem o grupo dos caboclinhos da Hermógenes composta por crianças da escola do ensino fundamental que fica na comunidade de Lagoa do Mato, tem quadrilha junina, grupo de xaxado e pretendem retomar com a banda Afro dedicada a músicas afrobrasileiras. 

A pisada forte na dança e o acabamento das máscaras utilizadas pelos componentes chamam a atenção de quem assiste às apresentações. Impossível não se encantar com a dança dos caboclos. A dedicação, o cuidado aos detalhes e o sorriso no rosto de cada integrante são detalhes que tornam o folclore de Luís Gomes ainda mais nobre e cativante. 

Grupo necessita de apoio

O grupo está trabalhando em novas apresentações, compondo músicas novas e preparando novos figurinos. O grupo vive de doações e através de ações realizadas na comunidade e da agricultura familiar. Para auxiliar, o grupo contou com a ajuda dos alunos que participaram do programa Trilhas Potiguares da UFRN, que criaram um perfil no instagram para divulgar o grupo de danças, cedendo as fotos feitas durante a semana da Caravana em Julho deste ano e auxiliando na gestão do perfil. Para conhecer mais o grupo, basta acessar o perfil no instagram @grupotremeterra. E para ajudar, o telefone de contato é (84) 99863.5787 falar com Nana – Coordenadora do grupo.

Figurino – Foto: Sthefanny Ariane

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X