Connect with us

Economia

Produtores apostam na Fenacam para alavancar os negócios

Publicado

Feira do Camarão, que começou na última terça-feira (16) e termina nesta sexta-feira (19), no Centro de Convenções de Natal, estimula o networking na cadeia produtiva e o desenvolvimento do setor

Exposição de iguarias durante a Fenacam 2021
Canindé Soares

A cadeia produtiva, envolvendo os setores técnico-científico, comercial e empresarial da carcinicultura, piscicultura e malacocultura brasileira está apostando na 17ª edição da Fenacam (Feira Nacional do Camarão) para alavancar os negócios. O Evento, que começou na última terça-feira (16) e termina nesta sexta-feira (19), no Centro de Convenções de Natal, estimula o networking e prepara o setor para o pós-pandemia.

“A Fenacam é muito importante para adquirir novos conhecimentos e trocar informações, saber se tem novas tecnologias e trocar figurinhas com outros técnicos e produtores”, diz Jeffersson Couto, engenheiro de pesca no Piauí. “Aqui, a gente troca experiência, faz networking e conhece novas tecnologias para a otimização da produção em pequenas áreas, por exemplo”, avalia Leonardo Cahú, pequeno produtor da Paraíba.

Ainda segundo Leonardo, a Fenacam é importante para encontrar soluções que possam equacionar os problemas do setor. “Um dos desafios atuais é produzir mais, com um menor custo. Algumas soluções podem estar nas tecnologias expostas na Fenacam”, completa.

Presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC) e idealizador da Fenacam, Itamar Rocha corrobora com o engenheiro piauiense e com o produtor paraibano. “A Fenacam é um ponto de encontro, de conversações entre os produtores e as empresas que detém as tecnologias. É um evento que tem o poder de agregar o setor, trazer, conversar e disseminar mais informações que possam ajudar o Rio Grande do Norte, o Nordeste e o Brasil a desenvolver essa atividade”, afirma Itamar.

Itamar Rocha, presidente da ABCC, palestrando na Fenacam 2021
Canindé Soares

Fenacam: Último dia da 17ª edição

A expectativa da 17ª edição é para a participação de 5 mil visitantes nos três dias de evento. Centenas de marcas e empresas, nacionais e internacionais, que representam os principais segmentos relacionados à geração de tecnologias, produtos, insumos e serviços de apoio à exploração comercial do cultivo de camarões, peixes, moluscos e demais organismos aquáticos, estão expondo e fazendo negócios até esta sexta-feira (19).

A Fenacam, além dos empregos e renda gerados no Rio Grande do Norte, abre oportunidades para empreendedores do setor Aquícola/Carcinícola de todo Brasil, que participam de rodadas de negócios durante o dia. Este ano, o evento está sendo realizado no pavilhão reservado para a exposição comercial, numa área de 8 mil m², com capacidade para 225 estandes. Os simpósios e mesas redondas acontecem pela manhã e tarde e a feira de exposição começa sempre às 14h, seguindo até às 22h.

Simpósios e mesas redondas

Os eventos técnicos–científicos e empresariais estão contando com a participação de renomados palestrantes nacionais e internacionais, que abordam os mais variados e atualizados temas sobre as atividades da carcinicultura e da aquicultura no mundo. Como acontece desde a 1ª edição, em 2004, estão sendo realizados cinco eventos simultâneos:

XVII Simpósio Internacional de Carcinicultura;

XIV Simpósio Internacional de Aquicultura;

XVII Festival Gastronômico de Frutos do Mar;

XVII Sessões Técnicas e Científicas – Aquicultura e Carcinicultura;

XVII Feira Internacional de Serviços e Produtos para a Aquicultura.


Mais informações:
www.fenacam.com.br

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X