Connect with us

Política

Câmara de Natal abre exposição adaptada para cegos

Publicado

Foto: Francisco de Assis

A Câmara Municipal de Natal abriu nesta quinta-feira (23) a exposição “Uma Outra Visão”, promovida pelo mandato do vereador Tércio Tinoco (PP), na Escola do Legislativo Wilma de Faria. A iniciativa, que segue até esta sexta-feira (24), integra as ações da campanha Setembro Verde e promove uma experiência sensorial para quem não é cego, podendo identificar os materiais expostos em relevo através do toque.

“É papel de toda a sociedade pensar em inclusão das pessoas com deficiência, em todos os espaços. É ultrapassada a visão de que essas pessoas têm que ficar em casa, sem direito até mesmo à educação. Esse tempo já passou”, disse o vereador Tércio Tinoco.

Estão sendo apresentados mapas em alto relevo, maquetes do sistema solar, alfabeto em braile e livros, inclusive, da própria Escola do Legislativo. “Estamos aqui tendo uma aula de cidadania, oportunizando pessoas que têm visão de poderem conhecer a realidade de quem não tem. A exposição é aberta também para o público externo e a Escola está disponibilizando seus livros, seu material adaptado para contribuir com essa experiência”, declarou o diretor da escola legislativa, Rafael Jácome.

O projeto “Cartografia Inclusiva”, que está exposto, é do professor de Geografia Inclusiva, Bruno Santos, que orienta os visitantes sobre como passarem pela experiência tátil-sensorial. “Fazemos com que o aluno enxergue através da cartografia em braile. É a forma como todas as escolas deveriam dispor seu material didático para que tanto alunos cegos quanto os que não são cegos possam enxergar e aprender”, disse ele.

A exposição conta ainda com o apoio da Associação dos Deficientes Visuais do RN e do Instituto dos Cegos, que apresenta outros materiais para o público conhecer, como calculadora e máquina de datilografar em braile e objetos para estimulação sensorial precoce de crianças. “Essa iniciativa é muito importante para que as pessoas tenham mais conhecimento sobre o braile, que é a leitura e escrita da pessoa cega, com a codificação em relevo. Isso mostra como a pessoa cega pode estar incluída e compreende o mundo através dessa forma de leitura”, destacou Marcos Antônio, que preside o instituto.

A exposição está aberta até as 16h desta quinta-feira e nesta sexta recebe visitantes até as 12h.

Texto: Cláudio Oliveira | CMN
Fotos: Francisco de Assis
| CMN

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X