Connect with us

Cultura

Projeto “Cenas da Periferia” Promove Ações de Revitalização e Valorização Cultural no Teatro de Arena da Cidade da Esperança

Publicado

A Favela pede paz, lazer e cultura

Foto: Luana Tayze

O Teatro de Arena da Cidade da Esperança, também conhecido como “Rodinha do Padre”, por ser o único desse modelo no estado, foi palco histórico para o desenvolvimento cultural da cidade do Natal, o que o tornou um símbolo do bairro. Berço de diversos movimentos culturais, nele surgiram em 1980 os grupos teatrais “Fala Esperança” e “SOS Esperança”, que eram compostos pelos próprios residentes do bairro e mobilizavam os moradores para assistir os seus espetáculos e terem contato direto com a cultura potiguar, além de contar com várias apresentações do “Circo da Luz”, anteriormente chamado de “Circo da Cultura”.  A “Batalha da Esperança” (Movimento da cultura hip-hop), Movimento Síntese Urbana (MSU) e a “Batalha de Passinho” (Brega Funk) são exemplos recentes de movimentos socioculturais que mantiveram viva a essência artística do bairro e conseguiram reduzir a marginalização de jovens locais.

Devido a importância histórica e cultural desse espaço o projeto “Cenas da Periferia” – que tem como objetivo dar vez e voz para as ações culturais periféricas – o escolheu como palco, promovendo atividades que integram o universo Hip-hop como: Break, Rima, Grafite e Música. A programação será lançada no dia 04 de agosto, às 19h, no canal do Youtube de Diniz K9.

Entre as atrações estão Alê du Black, CazaSuja, Mano Edu, Pretta Soul, Diniz K9, DJ Samir, Batalha de Rima e Oficina de Break. Além das ações culturais o projeto também promoveu a revitalização do espaço, com reparos na alvenaria, reforma do muro, pintura, mutirão de grafite e a  construção de uma pista de acessibilidade no local, trazendo mais segurança, beleza, e contribuindo para que mais pessoas tenham acesso a esse local de riqueza histórica do bairro.

Diniz fala sobre a identificação dele com o espaço e sobre a importância do projeto: “ Pra mim o cenas surge como surge desde a raiz.  Meu pai, meus tios, minha família sempre foi envolvida com o espaço na construção do Half, na construção da pista de Cross, sempre foi um espaço bastante frequentado desde uma geração passada e que chegou até mim de forma intrínseca, não só por ser um espaço que fazia parte do bairro historicamente, mas por ser espaço cultural que acabei me envolvendo desde criança. E agora um pouco mais maduro de ideias  e ter também ampliado um pouco os horizontes dentro da Universidade junto com o coletivo também o MSU (Movimento de Síntese Urbana)  do qual eu fazia parte, o projeto Cenas da Periferia veio justamente para poder estar ressignificando e pondo em prática de uma outra forma o que sempre me foi proposto. O encontro com Haylene, da HD produções, é uma coisa realmente do destino, da gente plantar e colher. Ela é uma pessoa que vem para reafirmar isso, esse trabalho juntos é para mim sem palavras, vai bem além, é um conjunto que o universo conspirou pra fazer algo acontecer que tenha uma abrangência gigante para dar oportunidades a artistas, pelo fato de reacender um espaço cultural dentro de um bairro de periferia, então esse trabalho vai vir para que as pessoas entendam que com a arte e com a cultura a gente consegue realmente alcançar novos horizontes e revitalizar ambientes e vidas!”

Haylene Dantas também destaca a importância do projeto: “Eu acredito que o Cenas da Periferia é um projeto que valoriza e traz uma olhar para uma cena que é muito rica.  A periferia pulsa, e estar realizando esse projeto fala muito sobre a nossa perspectiva de acreditar que a cultura pode transformar realidades e que a gente precisa que ela vá onde muitas vezes as políticas públicas não chegam, incentivar onde os projetos culturais precisam estar mais presentes. Me sinto extremamente realizada, feliz e pertencente a esse lugar de transformação, e que venha muitas outras edições do Cenas da Periferia por muitas comunidades da cidade.”

O projeto Cenas da Periferia tem realização da HD Produções e Lucas Diniz com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação Jose Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal; com apoio Sherwin-Williams, Rede Mais e NavNoar.

SERVIÇO

CENAS DA PERIFERIA

Lançamento: Dia 04 de agosto, quarta-feira, às 19h

Exibição: https://www.youtube.com/c/DinizK9TV/

Mais informações: @cenasdaperiferia

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X