Connect with us

#DEScancelados

#DEScancelados: Karol Conká – A Vida Depois do Tombo

Tony Lucas

Publicado

Karol Conká | Reprodução Globoplay

A Globoplay lançou nesta quinta (29) “A Vida Depois do Tombo”, documentário que acompanha a vida da cantora Karol Conká após sua passagem polêmica pela vigésima primeira edição do reality show Big Brother Brasil. A curitibana foi eliminada do programa com 99,17% dos votos. O índice é o maior número de rejeição alcançado por um participante na história do reality.

Dirigido por Patrícia Carvalho e Patrícia Cupello, o documentário é dividido em quatro episódios: “O Cancelamento”, “Realidade”, “Ruptura” e “O Pai”

Quando soube da existência do documentário, fiquei preocupado em como seria a abordagem e se poderia haver uma “passada de pano”, mas logo nas primeiras cenas de “A Vida Depois do Tombo” fica nítido que as diretoras não estão ali para passar a mão na cabeça de Karol. São exibidos para a própria Karol, em uma sala interativa cheia de telas, os momentos mais polêmicos que causaram revolta no público e com eles vêm algumas perguntas bem incisivas que confrontam Karol e fazem com que ela repense suas atitudes.

A rapper vê cenas de sua passagem pelo reality show BBB | Reprodução Globoplay

Intercalando com esses momentos, há cenas do programa, de shows de Karol Conká, do dia a dia dela pós-BBB e alguns relatos de seus familiares, amigos e equipe de trabalho. Ainda que suas atitudes tenham sido graves, Karol ainda é um ser humano e qualquer pessoa que tenha passado pela internet durante a passagem dela pelo programa viu que o ódio que as pessoas nutriam por ela extrapolava, chegando ao ponto de existir ameaças não só para Karol, mas também para sua família. É nesse aspecto que o documentário brilha. Ele nos faz refletir sobre nós mesmos e nossas atitudes como canceladores, enquanto vemos as consequências do cancelamento. Impossível não se emocionar vendo os relatos da mãe e do filho de Karol, ou no momento em que Lucas Penteado (um dos principais alvos dela dentro do programa) envia um vídeo explicando porque não compareceu ao encontro com ela.

Karol assistindo o depoimento do ex-BBB Lucas Penteado | Reprodução Globoplay

O final trágico da relação entre Karol e seu pai e as dificuldades que ela passou durante sua carreira também são abordadas em “A Vida Depois do Tombo”. O bom é que em nenhum momento esses assuntos são abordados como forma de justificar os erros de Karol, muito pelo contrário, eles estão ali mais para lembrar que ela também é humana e teve contribuições importantes para o cenário musical brasileiro. Karol Conká é preta, mulher, rapper e é difícil ser tudo isso em um país que é machista, racista e vê o rap com olhos tortos. Ela errou feio e nada justifica suas atitudes, mas isso não apaga sua história, luta e conquistas. Estávamos tão preocupados em “fazer justiça”, que esquecemos de todas essas coisas e focamos apenas no ódio. No fim das contas, mesmo que em proporções bem diferentes, também agimos como Karol Conká, que se perdeu no seu ódio e nas suas próprias palavras.

“A Vida Depois do Tombo” é um convite para refletir sobre as consequências do cancelamento e ódio que propagamos na internet e também uma nova forma de olhar para Karol Conká e a nós mesmos.

A série de artigos #DEScancelados promove a visibilidade das boas ações e qualidades de personalidades que – com a nova cultura de cancelamento – estão sofrendo linchamentos virtuais sem propósito de crescimento pessoal, reparação e desconstrução dos seus atos, gestos e falas. 

O Elo Jornal não compactua com a propagação de ódio gratuito. Perpetuar a ação odiosa através da cultura do linchamento virtual causa apenas danos, fere o psicológico de qualquer pessoa que possa se sentir ofendida e não tem intuito de criticar de maneira construtiva, o que é ainda mais danoso.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X