Connect with us

Entretenimento

4° lugar na Itália e 1° no Brasil: saiba mais sobre a jornada da brasileira pós reality

Victória Alves

Publicado

Dayanne Melo | Foto: Reprodução/VerissimoTV

Com mais de 5 meses de exibição, o reality italiano #gfvip (similar ao BBB) teve seu encerramento na segunda-feira, 01. Após a guerra declarada a nível de uma partida entre Brasil X Itália, ou até o momento cinematográfico vivido na franquia da Marvel, num embate inesquecível entre Capitão América X Thanos na batalha final.

A catarinense Dayane Mello é exemplo claro de brasileiro que passa por situações de preconceito e xenofobia, mas para além disso, o Grande Fratello esbanjou um show de machismo, sexismo e bifobia. Mas devemos acentuar o que merece nesse momento: mesmo após todos esses episódios, de peito lavado a modelo saiu do confinamento. Mesmo ficando em quarto lugar no programa, seu nome foi destaque em toda a edição a tornando a mais votada do país, além de inflar os números de telespectadores, as pessoas que passaram a acompanhar a brasileira também elevaram os números dos televotos. Mas neste momento fica uma pulga atrás da orelha: como a Dayane que ficou entre a mais votada e engajada em mais de dez votações (além da votação para primeiro finalista desbancando favoritos da Itália com grande facilidade) ficou em quarto lugar tendo o Brasil em peso acompanhando a final e utilizando de VPN, métodos de votação e compartilhamentos de contas em massa? Os números parecem não bater, os IPs foram bloqueados, e apenas os italianos através de SMS conseguiram votar. Hmmmmm. É apenas uma dúvida.

Mas não podemos lamentar o resultado. A pisciana uniu muitas fã-bases, telespectadores do nosso BBB e perfis verificados nas redes sociais, mas não apenas, conseguiu o apoio da mídia brasileira, incluindo a televisiva.  Quem imaginou a Ana Maria Braga ensinando a votar em um televoto italiano em pleno café da manhã do maior conglomerado de mídia brasileiro e o maior da América Latina (Rede Globo)? Provavelmente ninguém.

Não é para menos, a Dayane é a participante que mais ganhou seguidores no programa, ela entrou com menos de cem mil seguidores e já conta com mais de um milhão em uma de suas redes sociais. Além de ter o apoio mais diversificado do reality, ela possui apoiadores de mais de 40 países, suas redes sociais parecem o Duolingo, chega a ser curiosa a forma como ela e a equipe tentam passar uma mensagem mas que atenda o máximo seu público (vibes Anitta cantando português, espanhol e inglês). 

No twitter oficial da quarta finalista, ela agradece os fãs e em especial os brasileiros que se movimentaram de norte a sul, de Twitter a Instagram sobre a sua participação e  apoio.

Conversamos com a Nayssa Santana, uma das apoiadoras da Dayane, sobre o sentimento pós reality e o que ela espera para a modelo. “É um sentimento de dever cumprido, mas também cheio de saudade, porque não vamos ver a Dayane 24 horas no payperview da Itália e o que eu espero após a saída dela junto com as meninas [outras fãs que compõem o fã clube] é que ela consiga muitos trabalhos na carreira dela e que ela realize todos os seus sonhos” diz Nayssa, que foi uma das responsáveis em engajar e divulgar o nome da catarinense, fazendo chegar a contas de influência nas redes, como Hugo Gloss. 

Nayssa confirma ainda que “apesar de tudo que ela viveu dentro e fora do gfvip [Gran Fratello Vip], jamais eles [italianos] tem o mérito de dizer que a Dayane só chegou até lá por causa deles, pelo contrário, antes de entrar lá, o universo já tinha reservado ela com toda a sua força, lealdade, coragem e autenticidade” afirma com convicção sobre a trajetória de sucesso mesmo com tantos obstáculos enfrentados no caminho de Mello.

Dayane Mello e sua filha, Sofia, na final do Gran Fratello Vip | Foto: Reprodução/Redes Sociais

A brasileira de 32 anos tende a aproveitar a presença da sua filha, Sofia, nesse pós-reality. Os mais de cinco meses longe da criança de seis anos faz com que ambas almejem recuperar o tempo perdido. A cena de mãe e filha, inclusive, foi mais reproduzida na final do que o próprio resultado do grande vencedor. Afinal de contas, vencer parece relativo. 

Dentre tantos obstáculos superados de frente, Dayane Mello é exemplo de brasileira de essência, que não desiste nunca, que desbrava o caminho mesmo com todas as perdas no processo. Agora olhando para a frente, é hora de colher os frutos que ela tanto cultivou. 

Como podem ver, já existem campanhas para a modelo vir para o Big Brother Brasil, imagine? A mulher está em alta. Neste domingo, no entanto, a catarinense vai ao ar durante o programa Fantástico, da Rede Globo. 

Continue Reading
3 Comments

3 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X