Connect with us

Esporte

Dia do TRI

Cassio Paiva

Publicado

Há 29 anos, Ayrton Senna conquistava o tricampeonato da Fórmula 1

Image for post
Comemoração do tricampeonato do eterno Ayrton Senna (Imagem: Getty Images)

Em 20 de outubro de 1991, Ayrton Senna conquistou seu terceiro campeonato da Fórmula 1, na cidade japonesa de Suzuka.

A história de Senna na Fórmula 1 começou em 1987. Em sua primeira temporada, ele ganhou algumas etapas e chamou atenção de todos que acompanhavam o campeonato automobilístico. Em seu primeiro torneio, conseguiu um surpreendente 3º lugar.

O ano seguinte lhe guardava boas surpresas. Mas o que lhe faltava era uma constante sequência de pódios que lhe fizesse brigar pelo título. Para isso, ele precisava de um bom carro e uma boa equipe. A McLaren enxergou o sucesso dele mesmo em condições muito inferiores e deu uma chance à nova sensação do campeonato.

Após ser uma surpresa na primeira temporada, Ayrton conquistou o título da Fórmula 1 de 1988, sua segunda participação no maior campeonato automobilístico de todos os tempos. Como se não bastasse, Senna fez um campeonato à parte com seu companheiro de equipe, o francês Alain Prost.

Image for post
Senna celebra seu primeiro título mundial em Suzuka. (Imagem: portal ayrtonsenna.com.br)

Os dois brigaram pelo título até o final do Grande Circo (alcunha da F1), onde Senna conquistou o título na penúltima etapa, após uma dramática corrida que começou com uma falha no motor do brasileiro. Tamanha determinação fez com que o piloto comemorasse com bastante empolgação seu primeiro título.

“Correr, competir, está no meu sangue. Faz parte de mim. Faz parte da minha vida. Tenho feito isso a minha vida inteira e está acima de todo o resto.” — Ayrton Senna

Em 1989, a rivalidade com seu companheiro de equipe esquentou. Novamente os dois fizeram um campeonato a parte, deixando as emoções para o final. Novamente em Suzuka, os dois se chocaram e saíram da pista. Ayrton conseguiu voltar à corrida mas ficou enfurecido após ser desclassificado por um corte em uma chicane na manobra de retorno, fazendo com que o adversário fosse campeão.

Seu bicampeonato viria no ano seguinte, em 1990. Parece ironia, mas o carro dos dois novamente se chocaram ainda na primeira volta, dentro da pista no circuito de Suzuka. Porém, o brasileiro precisava apenas se manter à frente do francês, que desta vez corria pela Ferrari. Muitos falam que foi uma espécie de troco, pelo acontecido no ano antecedente. E com os dois fora da pista, Senna foi novamente campeão.

Image for post
O famoso “troco” de Ayrton em Prost que deu o título mundial ao brasileiro.
(imagem: Getty Images)

Não tardou e, no ano seguinte, o tricampeonato lhe fez visita. No dia 20 do ano de 1991, Ayrton Senna levantou novamente o título no final da temporada. Não foi de maneira fácil, pois o carro da McLaren levava desvantagem na luta contra os velozes da Williams.

O tri se tornou realidade no GP de Suzuka, palco de todos os títulos do piloto até então. Nesta etapa, era preciso evitar a vitória de Nigel Mansell e, para isso, foi preciso estratégia da equipe. Seu companheiro de equipe, Berger, foi na frente e, na segunda posição, Senna segurou Mansell na terceira. Pressionado a fazer a ultrapassagem sobre o brasileiro, o piloto inglês perdeu o controle do carro e foi parar na brita.

Melhor para o piloto brasileiro, que levantou seu terceiro troféu da F1 na carreira há 29 anos atrás!

Image for post
Ayrton Senna na frente de Nigel Mansell no GP da Austrália de 1991, em Adelaide
(Imagem: Getty Images)

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X