Connect with us

Esporte

Inter faz 2 a 1 no Athletico, mas só valia gol de cabeça

Marcus Arboes

Publicado

Em partida com três gols marcados de cabeça, Internacional reassume a vice-liderança, mesmo com pressão e gols perdidos do Athletico Paranaense no fim

Image for post
Foto: Ricardo Duarte/Inter

Depois de voltar a vencer na última rodada, o Internacional entrou em campo hoje, 11, no Beira-Rio, com a missão de não desgrudar do Atlético Mineiro, atual líder do Campeonato Brasileiro, e de retomar a segunda posição que até então estava com o Flamengo.

O Athletico vive um momento mais complicado. Vinha de dois jogos sem vitórias e atuações decepcionantes, por isso, Eduardo Barros decidiu fazer três mudanças significativas. Sacou Jorginho, Fabinho e Wellington; escalou Richard, Carlos Eduardo e Christian.

Porém, isso não foi o suficiente para mudar a postura que a equipe havia tomado nas últimas partidas. O Internacional foi superior durante toda a primeira parte da etapa inicial, tentando ser mais ofensivo, ainda que o jogo estivesse morno.

O Colorado conseguiu fazer dois gols de cabeça com Thiago Galhardo e Abel Hernández. Além da maneira como foram feitos, os tentos tiveram algo em comum: saíram de cruzamentos de Heitor, um deles preciso e o outro mais na sorte.

O jovem lateral do time gaúcho só precisou do primeiro tempo para ser o personagem do jogo. Deu dois passes para gol, levou cartão amarelo, quase balançou as redes e foi substituído no intervalo por sentir um desconforto na coxa.

Com o 2 a 0, a sensação muito negativa de má fase era tomada pelo Furacão, mas os visitantes logo deram resposta. Também de cabeça diminuíram com Renato Kayzer — uma das contratações do time para tentar melhorar o desempenho -, que já havia marcado contra o Flamengo, mas, mais uma vez, não foi o suficiente para o time somar pontos.

Apesar da derrota, a perspectiva para o Athletico não pode ser tão negativa, a não ser que se observe apenas os resultados. O clube começou com mais risco de sofrer o terceiro do que de empatar, mas foi se superando e conseguindo empurrar os adversários.

Na reta final do jogo, a equipe paranaense pressionou com muita intensidade, mas pecou no final ou parou no azar. Ravanelli acertou o travessão, Walter perdeu ótima chance e Marcelo Lomba, heroicamente, defendeu dois chutes, de Kayzer e Fabinho.

Com o resultado, o Inter chegou aos 28 pontos, e estacionou no segundo lugar. O Atheltico Paranaense aumenta a sequência de derrotas e permanece com 15 pontos, caindo para 15° e permanecendo no meio do bolo de equipes que rondam a 17ª colocação.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X