Connect with us

Esporte

Grêmio x Palmeiras: 0 a 0 com gols

Publicado

Num duelo de ex-favoritos ao título, Grêmio e Palmeiras fizeram um chocho jogo abaixo das expectativas anteriores ao início do campeonato e condizente com a realidade de ambos

Image for post
(Foto: SE Palmeiras / Reprodução)

Poderia começar esse texto falando sobre os próximos compromissos de Grêmio e Palmeiras, já que ambos jogam pela Libertadores, o Tricolor gaúcho terá o GreNal, na quarta, às 21h30min, no Beira-Rio, enquanto, no mesmo horário, o Alviverde enfrenta o Guaraní, no Defensores del Chaco.

O desinteresse pelo confronto da tarde do domingo, na Arena do Grêmio se dá pela falta de futebol, em Porto Alegre. Para não bancar o chato, da partida Grêmio e Palmeiras, valeria contar apenas os últimos 20 minutos, pois foi nesse curto período que os times de Renato Gaúcho e Vanderlei Luxemburgo fizeram algo próximo ao futebol.

Durante toda a primeira etapa e até o gol de Raphael Veiga, aos 25 minutos do segundo, o futebol passou longe do que fizeram gremistas e palmeirenses. Os primeiros 45 minutos, então, foram de uma chatice sem igual e quem não dormiu assistindo o terrível primeiro tempo perdeu uma ótima oportunidade de colocar o sono em dia.

E não faltou motivação para um bom jogo, pelo menos na data, que para ambos foi uma marca importante e que poderia potencializar uma vitória.

Para o anfitrião Grêmio, o 20 de setembro marca nada menos que o Dia do Gaúcho, feriado estadual para exaltar e celebrar o orgulho de ser gaúcho ou gaúcha e que é comemorado em alusão à Revolução Farroupilha.

Já para o visitante Palmeiras, a comemoração não fica atrás e é pelo Dia do Palmeiras, que marca a Arrancada Heroica, episódio em que o Palestra Itália é obrigado a trocar de nome e passa a se chamar Palmeiras.

As datas e celebrações foram retomadas pelos clubes nas redes sociais e até com mosaico nas arquibancadas da Arena do Grêmio.

Image for post
Image for post
Imagens: Reprodução

No entanto, a importância da data ficou em segundo plano quando a bola rolou e apanhou nos pés de palmeirenses e gremistas. Além do calendário comemorativo, a situação das equipes também suscitava um jogo melhor.

Depois da derrota para a Universidad Católica, no Chile, pela Libertadores, o Grêmio precisava da recuperação e uma vitória contra um dos times da parte de cima da tabela poderia maquiar essa reabilitação.

Apesar de trazer uma vitória na bagagem da viagem à Bolívia, o Palmeiras também precisava da vitória para se aproximar dos líderes e ainda sonhar com o título do Brasileirão.

Renato Gaúcho teve muitos desfalques e precisou alterar sua equipe. Luxemburgo também não pôde contar com seu quarteto ideal do meio-campo. O empate começou a ser construído nas ausências.

Em campo, um jogo preguiçoso e sem atrativos que não se rendeu sequer a infalível Lei do Ex, e olha que não eram poucas as opções no Grêmio. A começar pelo recém negociado Diogo Barbosa, passando por Diego Souza, Robinho, até chegar a cria da base David Braz.

Sem nem Lei do Ex, a partida sem graça seguiu para o empate sem gols até que Raphael Veiga recebeu cruzamento perfeito de Viña e finalizou com maestria. O 1 a 0 para o time de Luxemburgo premiava a maior qualidade técnica e só, mas garantia a vice-liderança compartilhada.

E depois do gol tudo indicava mesmo para vitória alviverde, o Grêmio não conseguia articular nenhuma jogada ofensiva que gerasse perigo ao gol de Weverton e em meio a tamanha sonolência, as redes terem balançado uma vez já era surpreendente.

Na tentativa de segurar o resultado, porém, Luxa errou ao colocar Vitor Hugo em campo e atrair o Grêmio para seu próprio campo de defesa. Os últimos minutos foram de pressão tricolor e nos acréscimos, Ferreira, com apenas 1,75m e sem sair do chão, cabeceou para empatar em 1 a 1 a partida que foi um 0 a 0 com gols.

O empate representou nada menos que o sexto placar igual do Palmeiras e a inacreditável sétima igualdade do Grêmio, o time que mais empatou no Brasileirão 2020. Por outro lado, o time de Vanderlei Luxemburgo não perde a 16 jogos e já atingiu a terceira maior invencibilidade alviverde no século.

A imagem do empate na classificação dos clubes é que o Palmeiras foi ao 4º lugar na tabela com 18 pontos, enquanto o Grêmio segue mal e ocupa apenas a 12ª colocação com 13 pontos.

Mesmo com dois times mistos, não é aceitável que Grêmio e Palmeiras joguem tão mal quanto atuaram na tarde de domingo. Antes do início do Brasileirão, os dois figuravam em 10 entre 10 listas de favoritos ao título, mas pelo que jogam atualmente, não há como mantê-los nessa posição e é correto classificar a partida como um duelo de ex-favoritos.

Image for post
(Foto: Cesar Greco / SE Palmeiras)

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X