Connect with us

Esporte

Em busca da regularidade

Publicado

Em noite de duas penalidades desperdiçadas para o Bragantino e uma oscilação habitual do São Paulo, o jogo termina empatado, no Morumbi, por 1 a 1

Image for post
Foto Rubens Chiri — saopaulofc.net

Quando eu olhei a tabela do Brasileirão antes da partida, logo pensei: “vitória do São Paulo”. Ao olhar as estatísticas fui além: “três pontos, numa partida fácil”.

A classificação mostrava Diniz e seus comandados na vice liderança do Brasileirão, enquanto a equipe treinada por Mauricio Barbieri amargava a antepenúltima colocação, com a pior defesa do campeonato.

No entanto, não importa o confronto, neste início de Brasileirão o Tricolor paulista sempre terá uma partida complicada.

O bom primeiro tempo da equipe deve ter iludido alguns torcedores que podiam estar esperando a inauguração do placar a qualquer momento. Contudo, mal sabiam eles que o pior estava por vir, mesmo contra uma das equipes do Z-4 e a oscilação seria uma tônica na etapa complementar.

Mesmo com alterações que normalmente fazem o São Paulo melhorar de rendimento na volta para o segundo tempo, como aconteceu contra o Athletico-PR e Fluminense. Na noite desta quarta-feira (10) as mudanças não alteraram praticamente nada na história do jogo.

Isso porque a alteração do outro lado foi acertada e efetiva. Barbieri mandou a campo Raúl no lugar de Matheus Jesus e o Bragantino abriu o placar na segunda etapa.

O 2 a 0 poderia ser realidade para o Red Bull Bragantino, mas na cobrança de pênalti, pouco tempo depois do primeiro gol, Claudinho desperdiçou a oportunidade de ampliar o marcador.

E para quem havia sentido o primeiro gol, a penalidade perdida foi uma especie de bálsamo para os donos da casa, que chegaram ao empate posteriormente com Luciano. Desse modo, a equipe alcançou a marca de 12 jogos consecutivos marcando gols na volta do futebol.

O gol saiu após um lançamento despretensioso de Volpi, a zaga do Bragantino vacilou e o camisa 11 do Tricolor deixou tudo igual.

Os minutos finais da partida foram caóticos para o Tricolor, que não chegou nem perto de arriscar uma virada. O desespero de querer fazer o resultado de qualquer forma tomou conta das duas equipes. E foi o desespero que fez Arthur desperdiçar a segunda penalidade máxima para o Bragantino, dessa vez aos noventa minutos de jogo.

Por fim, tudo igual no Morumbi, 1 a 1. Ambos os clubes saíram do gramado sabendo que o empate foi amargo. O São Paulo perdeu a chance de assumir a liderança provisoriamente, enquanto o Red Bull Bragantino deixou de conquistar dois pontos a mais valiosos longe dos seus domínios, por causa das penalidades desperdiçadas.

Na próxima rodada o São Paulo desce a serra no sábado (12) para enfrentar o Santos na Vila Belmiro, às 19h. O Bragantino viaja para Minas Gerais, onde enfrenta o Atlético Mineiro, no Mineirão, domingo (13), às 18h.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X