Connect with us

Cultura

CLARA abraça sua ancestralidade negra em EP lançado hoje

Elo

Publicado

Abraçando sua ancestralidade e mergulhando cada vez mais em seu universo de mulher, mãe, negra e periférica, a cantora e compositora potiguar, CLARA, lança seu quinto trabalho intitulado “Volte e Pegue” nesta sexta-feira (4). O EP é um lançamento do selo Rizomarte Records e conta com a produção da Dale! Produções Culturais

CLARA faz parte do cenário musical da cidade do Natal, tem mais de 12 anos de carreira musical, já recebeu prêmios e participou de vários projetos musicais e festivais. Neste momento de empoderamento e afirmação, a artista passa a assinar seu trabalho apenas como CLARA.

“Mais do que um marco na minha carreira, “Volte e Pegue” concretiza um movimento que vem acontecendo dentro de mim há cerca de três anos. Esse movimento que falo é meu processo de empoderamento e reconhecimento enquanto mulher negra. “Volte e Pegue” é um grito de afirmação e mostra que somos uma potência”, afirma CLARA. 

Escute o EP “Volte e Pegue” : https://tratore.ffm.to/voltepegue

Crédito: Augustos Júnior

título do EP vem da tradução do símbolo sankofa utilizado pelo sistema de escrita do povo Akaan na África Central. A sankofa está associada diretamente ao provérbio ”não é tabu voltar para trás e recuperar o que você perdeu”. O conceito foi apresentado pelo artista visual Augustos Júnior, responsável pela direção de arte e fotografia da capa do EP.

Unindo canção brasileira, sobreposições de vozes e programações eletrônicas em sua sonoridade, o EP apresenta seis músicas, transitando por diferentes estilos sem perder a unidade entre si, grande parte delas escrita pela própria compositora. A direção musical é partilhada entre CLARA e  Zé Caxangá, e conta com a colaboração do produtor Pedras – responsável pela mixagem e por parte da produção eletrônica. O EP tem participações de: Gabriel Souto com os beats de “Negra”, Aiyra nas percussões de “Negra” e “Mesmo”; Renata Mar na composição de “Paz”; Poeta Kaju na composição de “Já foi carga”; Iyalê na composição e nos vocais de “Novas Formas” junto com Pretta Soul.

O álbum foi produzido através de uma campanha de financiamento coletivo na plataforma “Vakinha” com o intuito de custear o trabalho de parceiros e trabalhadores da cultura envolvidos em todas as etapas que envolvem a concepção de um álbum. Paralelo ao financiamento coletivo, o lançamento do disco também foi aprovado no Edital de Economia Criativa 2020 do Sebrae/RN.

Negra

NEGRA é a música que abre o EP. É um grito de auto afirmação, onde a cantora repete e reafirma quase como um mantra para si e para o mundo a sua cor e origem. Vem com uma forte mistura de música eletrônica e percussão ritualística por Aiyra. De cara vemos a potência da voz de CLARA que aposta em seu timbre rasgado para ecoar um grito de empoderamento negro. A música de autoria de CLARA; tem produção musical, guitarra, baixo e beat de Zé Caxangá; produção musical, sinths, edição e mixagem assinadas por Pedras, e conta participação de Gabriel Souto no beat.

Mesmo

Em Mesmo, CLARA fala de pertencimento, de se envolver principalmente com os seus e se fortalecer na sua comunidade, na sua casa, no seu núcleo, na sua família. Afirma seu lugar e o separa. Distingue dois mundos historicamente construídos e estruturados na desigualdade.  É uma música com uma pegada funk que mistura batidas eletrônicas, é também de autoria de CLARA; tem produção musical, guitarra, baixo e beat de Zé Caxangá; produção musical, sinths, edição e mixagem assinadas por Pedras; Scratch de Dj Samir e percussão de Aiyra.

Força

Força foi a primeira música a ser lançada e veio com videoclipe feito  pela Bruxaria Digital com imagens captadas durante o ensaio fotográfico que deu vida à identidade visual do álbum, registro feito na Vila de Ponta Negra (Confira clipe aqui). A música fala sobre a importância de andar de braços dados com os seus e pauta o apoio mútuo como ferramenta de resistência.  Força também é de autoria de CLARA; tem produção musical, guitarra,bass e piano de Zé Caxangá; produção musical e mixagem assinadas por Pedras.

Paz

A música de autoria de CLARA em parceria com Renata Mar, fala de tranquilizar o coração, para conseguir viver em uma sociedade que abre feridas na gente diariamente, fala de cicatrizar feridas, de acalmar o coração para que se possível o ranço que carregamos seja diluído.  Paz tem produção musical e baixo sample de Zé Caxangá; produção musical, sinths, backing vocal, guitarra, sample, edição, mixagem assinadas por Pedras.

Carga

A música de autoria de CLARA em parceria com a Poeta Kaju, brinca com as palavras “viu”  e “vil”. “Viu” é um termo muito utilizado no cotidiano para afirmar a existência de algo que nos paralisa e “vil” é algo de baixo valor. Em Carga há uma brincadeira com as palavras que comentam a ação de ver como uma tomada de consciência e a condição degradante de ser escravizada. Uma afirmação de quão degradante, indigno, revoltante ser carga no Brasil.  Carga tem produção musical, beat e sample de Zé Caxangá; produção musical, sinths,  sample, edição e mixagem assinadas por Pedras,  scratch por DJ Samir. 

Novas formas de amar

A música de autoria de Iyalê é uma convocação as mulheres pretas, para criar diferentes formas de amar. Nos vocais: CLARA ao lado de Iyalê e rapper potiguar, Pretta Soul. Fala sobre estar em contato com sua história e como a ancestralidade fortalece o corpo, o espírito, a mente, para assim poder olhar, e  não adoecer diante de uma sociedade que violenta o povo preto diariamente. Novas formas de amar tem produção musical,  beat, sample de Zé Caxangá; produção musical, guitarra, baixo, sinth, sample, mixagem e edição de Pedras.

Ficha Técnica Geral Cantora e Compositora: CLARA

Consultoria Artística: Sanzia Pinheiro

Coordenação e Produção: DALE! Produções Culturais

Assessoria de Imprensa Local e Mídias Sociais: Comunica Ceci

Assessoria de Imprensa Nacional: Build UP Media 

Selo: Rizomarte Records

Produção Musical: Zé Caxangá e Pedras 

Mixagem: Pedras 

Colaboração beat: Gabriel Souto (faixa 1)

Músicos convidados: Ayra (faixa 1 e 2)

Scratch: DJ Samir (faixa 2 e 5)

Cantoras convidados: Pretta Soul e Iyalê (faixa 6)

Letristas: CLARA (1,2, 3, 4 e 5), Renata Mar (4), Poeta Kaju (5), Iyalê (6)

Banda: Zé Caxangá e Dj Samir 

Direção de Arte e Fotografia: Augustos Júnior

Styling: Stéphanie Moreira

Designer Capa: Gabriela Barbalho

Figurino e Acessórios: Negro Charme  

Cabelo: Luiza Fonseca, Elderlanne Tibiano e Stéphanie Moreira

Maquiagem: Will   

Captação de Imagens e edição Vídeo Vakinha: Thamise Cerqueira

Captação de Imagens e edição Vídeo Clipe ”Força”: Bruxaria Digital

Apoio: Sebrae-RN – Edital de Economia Criativa 2020

Ficha Técnica das Músicas
1. Negra (CLARA)

*Voz – CLARA

*Produção musical, guitarra, baixo e beat – Zé Caxangá

*Prod musical, sinths, edição, mixagem – Pedras

* Percussão – Aiyra

*Colaboração no beat – Gabriel Souto

2. Mesmo (CLARA)

*Voz – CLARA

*Produçao musical , beat e sample – Zé Caxangá

*Prod. musical, sinth, baixo, sample, edição e mixagem – Pedras

*Scratch -Dj Samir

*Percussão – Aiyra

3. Força (CLARA)

*Voz – CLARA

*Beat, Guitarra, Bass e Piano: Zé Caxangá   

*Produção Musical e Mixagem: Pedras

4. Paz (CLARA e Renata Mar)

*Voz – CLARA

*Produçao musical baixo sample – Zé Caxangá

*Prod musical, sinths, backing vocal, guitarra, sample, edição, mixagem – Pedras

5. Carga (CLARA e Poeta kaju)

*Voz – CLARA

*Produção musical, beat e sample – Zé Caxangá.

*Prod musical, sinth, sample, edição e mixagem – Pedras

*Scratch – DJ Samir

6. Novas formas: (Iyalê)

*Voz – CLARA, Iyalê, Pretta soul.

*Produção musical, beat, sample – Zé Caxangá

*Produção musical, guitarra, baixo, sinth, sample, mixagem e edição – Pedras

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X