Connect with us

Saúde

Setembro Amarelo e a importância da prevenção ao suicídio

Publicado

Movimento surgiu como uma forma de conscientizar e evitar que o número de suicídios continue crescendo 

Imagem: Reprodução Internet

A Organização Mundial da Saúde estima que 800 mil pessoas cometam suicídio anualmente no mundo inteiro. Durante este ano, com a pandemia, é muito provável que a estatística chegue a níveis mais altos. Para especialistas da área, a pandemia da Covid-19 impactou na saúde mental da população por diversas maneiras, sobretudo pela produção ou ampliação de elementos estressores, como a possibilidade de contágio da doença, a sensação de solidão decorrente do isolamento social promovido pela quarentena, o enfrentamento de luto dentro de núcleos familiares, a instabilidade em relação ao emprego e a desesperança por ainda não termos um tratamento seguro.  

Para Margarida Sobral, psicóloga e gerente da clínica escola de psicologia da Faculdade UNINASSAU Natal, esses fatores podem contribuir para o aumento ou surgimento de quadros de transtornos mentais. “Vivemos um momento de incertezas e tivemos que nos trancar em nossas casas como nunca havia acontecido. Sentimentos e sensações foram intensificados e transtornos mentais como depressão, bipolaridade e dependência de álcool estão associados ao comportamento suicida”, completa.

Ajudar a quem precisa é necessário. “Escutar sem desqualificar o sentimento ou o discurso de alguém que relata desejo em morrer, estar ao lado de forma assídua e acolher sem julgamentos, permanecer vigilante e disponível para acompanhar e buscar ajuda profissional para quem está em sofrimento mental pode salvar vidas”, explica a psicóloga.  

É nesse sentido que entra a importância da Clínicas-Escolas de Psicologia da UNINASSAU em relação ao tema. “A nossa clínica trabalha em sintonia com a comunidade e tem feito um trabalho de excelência na promoção de um atendimento empático, técnico e acolhedor”, pontua Margarida. 

 A Clínica oferta um plantão psicológico e de psicoterapia, um processo essencial no trabalho de conflitos e problemáticas afetivo-emocional, que acabam dando apoio ao cliente e trabalhando o tema de forma preventiva. Contando com o empenho dos estagiários e com orientadores responsáveis e qualificados em oferecer serviços que proporcionem bem-estar para pessoas.  

Devido aos decretos vigentes, os atendimentos da unidade localizada na Uninassau Natal que fica na Avenida Prudente de Morais, esta sendo online. Outras informações sobre o atendimentos podem ser obtidas pelo telefone 3344-7809.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X