Connect with us

#DEScancelados

#DEScancelados: O poder do furacão chamado Gizelly Bicalho

Victória Alves

Publicado

Foto: André Rangel

A advogada criminalista de 28 anos chegou ao BBB como ela bem diz, um furacão. Representando o Espírito Santo, a capixaba não escondeu o amor à sua terra e exaltou as belezas do seu Estado, mas não foi apenas isso que chamou a atenção do público. 

Gizelly com seu jeito espontâneo surpreendeu a todos, inclusive aos brothers. Ela levantou pautas no decorrer do programa que falava do sistema penal, das injustiças e preconceitos que ainda existem na área que exerce. Inclusive, por ser mulher e criminalista, ela abordou dentro do confinamento e continua falando aqui fora do machismo que existe na profissão. Aparentemente, o pessoal e profissional de alguém é algo que se mistura, ou não? Ela diversas vezes contou que foi julgada por beber em festas e postar fotos de biquíni em suas redes sociais, como se uma mulher que advogasse, tivesse que ceder seus direitos e desejos pessoais a viver a todo momento como se estivesse no tribunal diante de um juíz. 

Acontece que Gizelly — sem dúvida alguma — surpreendeu o público com isso. Ela até chegou a ganhar um apelido no início do reality show, seus admiradores a chamavam de “fragmentada”, fazendo referência ao filme “Fragmentado” dirigido por M. Night Shyamalan e estrelado por James McAvoy, por ela ser engraçada, inteligente, espontânea e explosiva em um curto período de tempo de forma muito intensa. A Gigi furacão foi de 8 a 80 no programa, e ela já falou que não faria diferente se pudesse. 

Muitas foram as tentativas de cancelamento da capixaba, a maioria deles giravam em torno de atitudes pequenas e até banais dentro do confinamento, a quantidade de banho que ela tomava por dia, vezes que ela trocava de roupa e até sua fala sobre os convidados terem mais chances de chegar a final do que os brothers da pipoca esteve em pauta, acontece que dentre as três finalistas apenas uma estava para representar o grupo dos ‘desconhecidos’. Mas nem só de cancelamentos leves e tênis se vive a Gizelly, as piores acusações envolvendo seu nome giram em torno de conversas em que ela esteve presente – de forma direta ou indireta – e a pior delas diz respeito a uma fala em que se trata de racismo estrutural que gerou grande repercussão aqui fora. O comentário falava da base de maquiagem da ex-sister Thelma Assis, Gizelly pediu desculpas não só a ex-companheira de confinamento, mas a todas as pessoas que se sentiram ofendidas com a fala, mesmo após Thelma afirmar que não a constrangeu e não a enxergou como mal intencionada além de não acreditar que a advogada seja racista, mas sim, uma pessoa que teve um comentário infeliz.

Saindo do Big Brother, a capixaba se deparou com um grupo vasto de ‘advogados’ a defendendo — em todos os sentidos possíveis — dos cancelamentos da libriana na edição do programa. Os furacões, como são chamados carinhosamente pela Gizelly, são intensos como o próprio fenômeno natural. Sobem hashtags diariamente, mimam-a e defendem-a com todas as forças, mas nas últimas semanas essas forças estão se unindo a uma causa maior. Junto à própria Gizelly, os furacões promoveram campanhas de arrecadação para doações de cestas básicas para famílias que, devido a pandemia, precisam muito. Além também de ajudar casas de apoio a crianças e adolescentes, uma dessas ações contou com valor estimado em mais de dez mil doados. Durante a última live da Marília Mendonça (09/05) — cantora favorita da empreendedora — no YouTube, a torcida se uniu para doar em conjunto, ajudando assim, a divulgar e aumentar os números de alimentos arrecadados para beneficiar ainda mais famílias. A cantora durante a live agradeceu o apoio da Ex-BBB e de seus fãs tão enérgicos na campanha. 

Projetos

A furacão foi intensa em todos os seus posicionamentos e fiel aos seus sentimentos, a capixaba após sua saída já deu inúmeras entrevistas sobre a percepção que se tem das situações lá dentro e contou que lá tudo é ainda mais intenso. Aqui fora muitas coisas mudaram, Gizelly está montando projetos para que assim possa beneficiar e incluir cada vez mais pessoas e muitos são os temas que rodeiam seus futuros passos. Deparando-se virtualmente com linchamento virtual sofrido por ela e muitos dos ex-companheiros do reality que participou, e vendo isso se estender inclusive após o fim do programa, ela então vem planejando lançar uma campanha contra o cyberbullying, que seria justamente para tentar reverter o mal uso das redes sociais — com propósito de não haver mais ridicularização de pessoas e propagação de ódio gratuito — e alertar para os crimes cibernéticos. A libriana já deixou claro que os casos mais graves serão levados à justiça, sua decisão foi tomada após um internauta dizer que ela “merecia ser estuprada”. Além disso, ela idealiza formas em suas redes sociais de falar sobre sua profissão de maneira mais aberta e acessível para que seja de compreensão geral a discussão.

Gizelly Bicalho esteve pensando em montar um projeto voltado a detentas, ainda dentro do confinamento convidou Marcela Mc Gowan, ginecologista e também ex-sister, para tratar de temas como diversidade e sexualidade, a paulista logo topou participar. O convite se estendeu ainda a outras sisters. Além desse projeto voltado ao público feminino carcerário, Gizelly — dessa vez em conjunto com a também advogada criminalista Izabella Borges, além da Marcela — está promovendo também a discussão e amparo a mulheres vítimas de violência doméstica, psicológica e física. O projeto visa oferecer ajuda jurídica e médica para as mulheres, para falar melhor dessa ação, há o instagram @sentinelasdelas, perfil criado para levar informações sobre os contextos de violência doméstica e seus ciclos, além de falar de saúde, autoconhecimento  e empoderamento feminino. 

A divulgação passou de 1 milhão de tweets e entrou para os assuntos do momento. Foto: Reprodução/Twitter 

A união das três mulheres é resultante em um único propósito: de autocuidado. A expectativa é que haverá dicas e minicursos no IGTV, contando também com dicas de terapias alternativas. Ainda contará com abordagens sobre abuso financeiro e material para conscientização e alerta para as mulheres de todo o Brasil. Além das dúvidas jurídicas que serão tratadas pela Gizelly e Izabella, o ‘Sentinelas Delas’ também abordará temas referentes à saúde, conteúdo esse que ficará sob a responsabilidade da Marcela, que não se resumirá à ginecologia, sua área, mas passará também por sexologia, nutrição, fisioterapia, psicologia e dermatologia. Diferente do projeto anteriormente citado, o @sentinelasdelas já está em pleno vapor sendo trabalhado nas redes sociais.

A capixaba comemora seus mais de 4 milhões de seguidores. Foto: André Rangel

Agora, com mais de 600 mil seguidores no twitter e mais de 4,5 milhões de seguidores no instagram, Gizelly lançou uma coleção de camisetas com seus bordões mais famosos e não para de planejar seus próximos passos na jornada da sua vida. Apesar de não largar a advocacia, seus passos parecem muito além do que podemos imaginar. E para descobrir mais, só esperando para ver.

A série de artigos #DEScancelados promove a visibilidade das boas ações e qualidades de personalidades que – com a nova cultura de cancelamento – estão sofrendo linchamentos virtuais sem propósito de crescimento pessoal, reparação e desconstrução dos seus atos, gestos e falas. 

O Elo Jornal não compactua com a propagação de ódio gratuito. Perpetuar a ação odiosa através da cultura do linchamento virtual causa apenas danos, fere o psicológico de qualquer pessoa que possa se sentir ofendida e não tem intuito de criticar de maneira construtiva, o que é ainda mais danoso.

Anúncios
https://amzn.to/3iDgri6
Continue Reading
19 Comments

19 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X