Connect with us

Esporte

Palmeiras embala, não encanta, mas segue perseguição ao líder

Publicado

(Foto: Cesar Greco / SE Palmeiras)

Na noite deste sábado, o Palmeiras recebeu o Ceará, no Allianz Parque, sofreu para vencer pelo placar mínimo, com gol de Zé Rafael e contou com atuação primorosa de Weverton, que fez defesas difíceis e garantiu a vitória palmeirense que deixa o Alviverde, momentaneamente, a cinco pontos do líder.

Confirmando a exceção a regra, a partida contra o Ceará fez o torcedor palmeirense entender que a vitória frente ao São Paulo foi uma exibição extraordinária e que a regra deve ser a produção ofensiva dessa noite com apenas 2 chutes ao gol cearense.

O confronto marcou um divisor de águas no primeiro turno para o Palmeiras. Foi contra o Ceará, no Castelão, que o Palmeiras — ainda de Felipão — perdeu por 2 a 0 e viu cair a invencibilidade de 33 jogos no Brasileirão. Depois da derrota em Fortaleza, o time entrou em parafuso e viu a arrancada flamenguista.

A escalação de Adilson Batista gerou reclamação por parte de torcedores flamenguistas porque o treinador mandou a campo um Ceará diferente do que normalmente é o time titular. Entre os barrados, jogadores machucados e alguns poupados por desgaste muscular.

Mano Menezes também surpreendeu e iniciou com Mayke na lateral. Retornando de lesão, o lateral-direito melhorou o desempenho defensivo do setor e participou diretamente da jogado do gol palmeirense. Logo aos 17 minutos, Mayke foi ao fundo e cruzou buscando Felipe Melo entrando na área. No corte da zaga alvinegra, a sobra se ofereceu para Zé Rafael arrematar no cantinho e anotar o gol palmeirense.

Como se fosse efeito colateral do gol, o Palmeiras não recuou, mas acabou diminuindo o ritmo. Ficou lento o suficiente para ceder espaço para que o Ceará dominasse o campo ofensivo e exigisse que Weverton fizesse uma grande partida. Aos 40 minutos, Weverton pegou pênalti cobrado por Bérgson e o primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Palmeiras.

(Foto: Twitter SE Palmeiras / Reprodução).

Na etapa final, Mano Menezes substituiu mal e o Palmeiras piorou. Jean no lugar de Mayke, tirou a velocidade ofensiva do setor direito do Alviverde que levou ao gol. Lucas Lima entrou no lugar de Gustavo Scarpa e acabou tirando a possibilidade dos chutes de média distância. Henrique Dourado no lugar de Deyverson manteve a inexistente produção do a

(Foto: Twitter SE Palmeiras / Reprodução).

taque palmeirense.

Porém, o Ceará queria o empate e pressionou para isso. Weverton foi fundamental e parou, em duas espetaculares defesas, as finalizações de Felipe e Samuel Xavier, essa última, uma defesaça à queima-roupa em cima da linha.

Mesmo desfalcado, o Ceará dava mais trabalho que o São Paulo, no meio da semana. Dudu, mais uma vez, era o único que encarava o jogo na velocidade normal e criava perigo aos visitantes. Gustavo Gómez conseguiu anotar um gol de cabeça, mas estava impedido, minutos depois, o zagueiro cabeceou no travessão e o perigo de gol palmeirense parou por aí.

O Ceará ainda teve tempo para pressionar e exigir mais defesas de Weverton, inclusive nos acréscimos. Antes, porém, aos 42 minutos, o Alvinegro conseguiu anotar o gol de empate, mas em revisão do VAR, o impedimento, que só pode ser marcado pela tecnologia, foi marcado e o gol invalidado.

A vitória, mesmo que pelo placar mínimo e com sofrimento até o apito final, fez a alegria dos 29.019 torcedores presentes e embalou o Palmeiras na terceira vitória consecutiva. Com a sequência positiva, apesar do futebol inconvincente, o Alviverde sonha com a volta à disputa pelo título, pois dorme a apenas 5 pontos do líder e vê a diferença cair pela metade.

São muitas as combinações necessárias, como a derrota do Flamengo no jogo deste domingo no Maracanã, mas considerando o confronto direto ainda por acontecer na casa palmeirense, se a diferença chegar a 5 pontos, o Palmeiras, que faz campanha de campeão em anos normais — tem 70% de aproveitamento — pode realmente entrar na disputa do título novamente, mesmo com o desempenho aquém do esperado para um clube que luta na parte de cima da tabela.

Continue Reading
Deixe seu comentrio

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Elo Jornal. Todos os direitos reservados. contato@elojornal.com.br

X